Joana com Sapo On The Hop

Já dizia o Marco Paulo "Oh Joana , pensar que estivemos tão perto!" E estamos! Perto dos acontecimentos, perto dos eventos. SAPO e Joana Alves em missão de cobrir eventos por esse país fora. Fica On the Hop

Sábado, 20 de Outubro de 2012

Um Porto muito Sentido

Do Chico-fininho resta a vontade por fazer e reinventar música. Roqueiro, com sotaque do norte, ar descontraído e sempre animado. É o Rui Veloso que todos conhecemos e que atuou ontem, 19 de outubro, e atua hoje, dia 20 de Outubro, no Coliseu do Porto.




A casa estava cheia e, apesar da crise, espero que nenhum espectador tenha tido que "empenhar os seus anéis" para conseguir um bilhete para o concerto.

 

A solo, em muitos projectos em que dividiu palco com músicos nacionais, depois de muitas colaborações com lendas da música portuguesa e bandas que estavam a sair da garagem, Rui Veloso construiu uma das carreiras mais sólidas de Portugal.

 

Às 22h Rui Veloso e os seus companheiros de música iniciaram o concerto que estava esgotado já há algumas semanas e que levou a acrescentarem uma nova data para o dia seguinte.

 

O espetáculo contou com a colaboração de alguns músicos portugueses menos conhecidos e que o Rui, como é seu hábito, gosta de apadrinhar. Primeiro, Ricardo Silva, um rapaz do Porto que veio tocar harmónica e que muito abrilhantou a música “Chico-fininho”. Mais tarde, o guitarrista Hugo Correia dos Fadomorse,  veio tocar uma versão da canção Mariazinha de José Mário Branco.

 

Já estamos habituados aos momentos inéditos dos Coliseus e este concerto cumpriu a promessa.

 

Foi esta a sala escolhida pelo cantor para reinventar canções e para tocar músicas que estavam guardadas com muito carinho no fundo do baú e que não têm lugar em concertos mais comuns.

 

Entre músicas bem conhecidas, como “Não me mintas”, “Lado Lunar”, “Nunca me esqueci de ti” e “Todo Tempo do Mundo”, Rui tocou músicas mais antigas. "Estas músicas têm mais de 30 anos, como o tempo passa…”, disse. Das bancadas saíram muitos aplausos no final de cada música e ouviu-se quase no final do concerto: “Poooorto”(pessoas que fizeram questão de relembrar que o Rui estava em casa) ao que o Rui Veloso respondeu com um igual entusiasmo “Poooorto”.

 

O momento alto do concerto foi com a música “Porto Sentido” que o Coliseu fez questão de cantar em coro muito bem afinado e muito emocionado, não fosse esta a canção da sua cidade.

 

A “Paixão” foi outra das canções mais aclamadas. Choveram isqueiros, pessoas levantaram-se e entoaram a letra, no final de contas “não se ama alguém que não houve a mesma canção”.

 

"Chico-fininho", canção tocada por todos os músicos e cantada por toda a audiência dava início ao fim. Depois deste momento de rock and roll, Rui saiu para tomar folgo para o encore, depois de 1h30 a entreter o coliseu, a criar sentimentos de nostalgia, a fazer lembrar amores e desamores antigos, momentos vividos na adolescência e pessoas que estão longe. “O tempo passou rápido” dizia o Rui Veloso, momentos antes de terminar o concerto.

 

Voltou para mais umas músicas do baú e terminou o concerto com “Não há estrelas no céu”, uma música dos eternos adolescentes.

 

Ficaram muitas canções por tocar, ainda se pediu por “O prometido é devido” e “Jura”, mas todos estes anos de carreira não podem ser resumidos em 2h de concerto.

 

Em 32 anos de carreira o Chico-fininho deu lugar ao pai do Rock Português. Rui Veloso cantou hinos, escreveu páginas na história da música nacional, fez banda sonora de filmes e de vidas, compôs canções e deu voz aos poemas de Carlos Tê (que fez questão de lembrar no concerto a importância que teve na sua carreira). Hoje, dia 20 volta actuar na mesma sala e no próximo mês vai ao Coliseu da capital, dias 17 e 18 de Novembro.

publicado por Joana - On the Hop às 02:56

Comentar:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


mais sobre mim

Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisar

 

últ. comentários

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds