Joana com Sapo On The Hop

Já dizia o Marco Paulo "Oh Joana , pensar que estivemos tão perto!" E estamos! Perto dos acontecimentos, perto dos eventos. SAPO e Joana Alves em missão de cobrir eventos por esse país fora. Fica On the Hop

Domingo, 04 de Setembro de 2011

São 35 anos de Trovante e de Festa do Avante

O segundo dia da Festa do Avante! trouxe aos palcos músicas de várias gerações e com várias sonoridades, provocando enchentes nos concertos de Expensive Soul, Clã, Sérgio Godinho e Trovante.


 

Os Terrakota trouxeram ao final da tarde músicas do mundo, num concerto cheio de boas energias e mensagens de tolerância, união e paz. Júnior e Romi cantaram o novo tema World Massala e reinventaram temas bem conhecidos como "Oba Train", "É verdade" ou "Bolomakoté". Ao palco subiram crianças para dançar com a banda e passar a mensagem às novas gerações.

Mais tarde, os nortenhos Expensive Soul fizeram-se acompanhar pelo Jaguar Band, para dar o concerto mais explosivo da noite, com uma grande integração com o público do Avante. New Max e Mc Demo cantaram temas como o "Amor é mágico", "13 mulheres" e "Dou-te nada".

Depois deste concerto, subiram ao palco os Clã, que vieram apresentar à festa o novo Disco Voador. O espectáculo foi marcado pela alternância das músicas do novo álbum como "Embeiçados" e as músicas tão conhecidas do público da Festa do Avante! como "H2omem", "GTI", "Problema de expressão" ou "Corda bamba".

Ao mesmo tempo, o palco 1º de Maio, enchia e transbordava, para comemorar com Sérgio Godinho 40 anos de carreira e o lançamento do novo álbum "Mútuo consentimento". Mesmo com uma longa carreira, Godinho tem a capacidade de reinventar as suas músicas e de continuar a fazer de cada dia o primeiro da sua vida. O coro do Avante cantou afinado e entusiasmado as músicas "Brilhozinho nos olhos" e "Primeiro dia".

O encerramento do dia ficou ao cargo dos Trovante que celebraram em conjunto com a festa 35 anos de existência: "Nascemos na mesma maternidade, em berços um ao lado do outro" disse, em palco, o vocalista Luís Represas. Este foi um concerto para reviver momentos, com as memórias que músicas como "Perdidamente", "125 Azul" ou "Timor" trazem a várias gerações.

A festa termina hoje com os concertos de X-wife, Pé na Terra, Virgem Suta, Amor Electro, Xutos e Pontapés e Camané, com a certeza que no próximo ano, no primeiro fim-de-semana de Setembro, milhares de pessoas voltam à Quinta da Atalaia para mais três dias de Festa.

 

publicado por Joana - On the Hop às 13:25

mais sobre mim

Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

pesquisar

 

últ. comentários

blogs SAPO


Universidade de Aveiro